Formalização do negócio no setor de beleza facilita gestão do empreendimento
Formalização do negócio no setor de beleza facilita gestão do empreendimento
Posted by

Formalização do negócio no setor de beleza facilita gestão do empreendimento

O orçamento empresarial e familiar era um só no ano em que Ana Paula Leite, 41 anos, abriu um salão de beleza em sua casa, há 11 anos. O planejamento também era difícil, pois anotar o que entrava e saía do caixa não era rotina.

Quando, em 2005, formalizou o negócio e se tornou uma microempreendedora individual (MEI), a gestão do empreendimento se tornou muito mais fácil e assertiva. “Tornar-me MEI me permitiu abrir uma conta jurídica, separar o que é dinheiro pessoal e o que é dinheiro do negócio. Além disso, tenho muito mais crédito no mercado uma facilidade que eu não tinha antes”, conta.

A formalização também trouxe mais segurança para Ana Paula. “Eu já precisei usar direitos previdenciários, como auxílio-doença, e tenho direito porque contribuo tendo o MEI. Eu podia contribuir de outra maneira, mas pelo MEI é bem mais fácil. Além disso, deixo de pagar uma série de tributos, o que facilita muito a vida do pequeno empreendedor.”

Assim, desde que se tornou uma empreendedora formal, Ana Paula também começou a fazer uma série de cursos para se especializar nas técnicas de beleza e na gestão do estabelecimento. “Aprendi muito com cursos de empreendedorismo: fechamento de caixa, planejamento de contas, etc”, conta.

Mais recentemente, a empreendedora participou do Super MEI, programa que oferece formalização e capacitação para empreendedores, com cursos de gestão e formação técnica gratuitos, além de acesso ao mercado.

Na área de beleza, são mais de cinco mil vagas, que estão disponíveis nos sete cursos de capacitação técnica, com duração de 20 a 40 horas: administração de salão de beleza; assistente de cabeleireiro; make e hair para eventos e festas; maquiador; manicure e pedicure; depilação; e design de sobrancelhas. No mercado, os mesmos cursos custariam de R$ 300 a R$ 1 mil. No Super MEI, são gratuitos.

O MEI pode fazer um curso de sua área de interesse e, ao mesmo tempo, receber orientações do Sebrae-SP sobre gestão. Um profissional da área de beleza pode fazer um curso de manicure e pedicure, aprendendo novas técnicas e tendências, e pode se capacitar para administrar melhor as finanças de um salão.

Ana Paula fez o curso de Design de Sobrancelhas em Botucatu. “Eu não oferecia esse serviço antes porque não tinha conhecimento técnico. Mas já avisei minhas clientes que agora estou fazendo isso também.”

 

Fonte: Economia – iG @ http://economia.ig.com.br/empreendedorismo/2016-10-28/super-mei.html

Comments

comments

0 Comentários desativados em Formalização do negócio no setor de beleza facilita gestão do empreendimento 950 29 março, 2017 Aspectos Jurídicos março 29, 2017

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Parceiros

Cursos

Facebook